Últimas
segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Ceará registra mais duas mortes por dengue!

Neste ano, segundo boletim da Sesa, 214 casos graves de dengue foram confirmados no Estado do Ceará

O número de casos graves de dengue no Ceará continua crescendo e mais duas mortes foram confirmadas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) em boletim divulgado na última sexta-feira (5). Ao todo, neste ano, o Estado já registrou 31 óbitos em decorrência da doença. O número, no entanto, é 47% menor em comparação a igual período do ano passado.

Apesar da redução dos casos em relação a 2013, o infectologista Anastácio Queiroz afirma que o número de óbitos é grande para uma doença que pode ser prevenida. Ele explica que, devido à grande parte da população já ter contraído o vírus, as chances de ter uma complicação com a doença é cada vez maior.

Neste ano, segundo boletim da Sesa, 214 casos graves de dengue foram confirmados, sendo 175 referentes a Dengue com Sinais de Alarme (DCSA) e 39 de Dengue Grave (DG). O número de casos graves é superior ao registrado em período semelhante no ano passado. De acordo com a secretaria, o aumento foi de 28% na comparação dos períodos de 2014 com 2013.

Ao longo de 2014, a secretaria contabilizou 12.689 casos da doença em 139 dos 184 municípios cearenses. Comparando o boletim do dia 5 com o último que havia sido divulgado pela Sesa, no dia 29 de agosto, houve um aumento de 467 casos. A faixa etária em que a doença mais predomina é a de 20 a 29 anos, com 22% do total de casos.

O infectologista lembra que a dengue é uma doença grave, podendo causar muitas complicações e ser confundida com outras enfermidades. Conforme o médico, em algumas situações o indivíduo vai a óbito sem o diagnóstico da doença. "No Serviço de Verificação de Óbito é recorrente diagnosticar a doença após a morte, pois não havia suspeita clínica", explica.

Em virtude desses óbitos e da gravidade da doença, Anastácio Queiroz também enfatiza a importância da prevenção. Hábitos como evitar acúmulo de água em pneus ou deixar a caixa d'água descoberta ainda são essenciais para evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença.

Vacina

Fortaleza é uma das cinco cidades brasileiras que participaram do estudo de desenvolvimento de uma vacina contra a dengue. O medicamento tem eficácia de 60%, após três doses, contra os quatro sorotipos da doença.

De acordo com a farmacêutica responsável pelo desenvolvimento do medicamento, a vacina apresentou uma redução de 80,3% no risco de hospitalização e eficácia contra a febre hemorrágica da dengue, forma mais grave da doença.

Ainda em fase de estudo, a vacina foi testada entre junho de 2011 e abril de 2013 em crianças e adolescentes de idade entre 9 e 16 anos. Além do Brasil, participaram dos testes países como México, Honduras, Colômbia e Porto Rico.

Apesar do avanço nos estudos, Anástacio Queiroz pondera em relação às vacinas que estão sendo desenvolvidas. Segundo o médico, a eficácia do medicamento ainda não é tão alta e pode fazer com que a população se descuide dos cuidados básicos para prevenir a doença. "O avanço é muito positivo, mas pode causar despreocupação das pessoas em relação aos cuidados", avalia.

Mais informações:
Secretaria de Saúde do Estado
  • Comentar com o Google +
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

Item Reviewed: Ceará registra mais duas mortes por dengue! Rating: 5 Reviewed By: Sistema F5 Ceará de Comunicação