Últimas
quinta-feira, 16 de outubro de 2014

‘Ceará de todos’ inaugura Comitê Popular Eunício-Dilma

Na noite dessa quarta-feira (15) foi inaugurado, na Avenida da Universidade, o primeiro Comitê Popular Eunício-Dilma. O espaço é mais um ponto de apoio à candidatura do peemedebista na capital, que apoia a reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT).

A esposa do candidato do PMDB, Mônica Oliveira, prestigiou a inauguração do prédio. Um dos coordenadores da campanha de Eunício, o ex-governador do Ceará, Lúcio Alcântara, também participou da solenidade. Ele ressaltou a importância da campanha ter, a partir de agora, mais um local suprapartidário para distribuição de adesivos e materiais gráficos do peemedebista e da presidenta Dilma.

 No dia do professor, comemorado ontem, ele lamentou o modo como o atual Governo trata a categoria. "Nem no período dos militares um governo fez o que esse governo fez com os professores. Repressão policial na Assembleia Legislativa. Esse é um governo que acha que pode tudo. Faz o que quer. É uma família mandando como se aqui fosse uma fazenda dela", disse.
 Lúcio conclamou a militância presente à inauguração para ir às ruas divulgar as propostas de Eunício. E lamentou o ocorrido no primeiro turno. "Na eleição do dia 5, fizeram de tudo pra ver se derrubavam o Eunício. Compraram voto, fizeram miséria. Tem até vídeo de apoiador deles ensinando como comprar voto e ameaçando as pessoas. Temos que lutar contra isso. Temos que mudar o Ceará."

 O ex-governador teceu críticas ao fato de Cid Gomes (Pros) querer reeleger um sucessor prometendo reformular o programa Ronda do Quarteirão. "Ele prometeu que a Polícia ia chegar em cinco minutos. Ganhou a eleição com essa promessa. Mas ninguém tem o direito de enganar o povo pra ganhar voto. E as pessoas acreditaram. Acharam que aquilo era possível. E o que aconteceu? Hoje, o Ceará é o terceiro estado mais violento do Brasil. Fortaleza é a sétima capital mais violenta do planeta", frisou.

 Para Lúcio, as propostas de Camilo para o setor de segurança não passam de enganação. "O governador que aí está teve o primeiro mandato e não fez o que tinha prometido. Foi dado um segundo mandato e ele não fez o que tinha prometido. Agora, pedir pra botar uma pessoa dele no governo, quando ele não fez? Não dá pra acreditar mais nisso. O Eunício tem uma proposta. E com coisas que podem ser feitas. Resolver a segurança não é fácil. Mas ninguém tem o direito de enganar as pessoas. Ele (Cid) jogou dinheiro no lixo."

O coordenador do Comitê Popular Eunício-Dilma, Geilson Cajuí, endossou as críticas ao modelo arrogante de gestão dos Ferreira Gomes. "Camilo é um candidato que não tem credibilidade. Porque já está provada a sua participação na corrupção dos banheiros. É um candidato desconhecido e que faz uma propaganda eleitoral mentirosa. Esse comitê é de todo o povo de bem que quer mudança e não aceita mais essa oligarquia familiar que se instalou no Ceará", disse.


Além de distribuir material de campanha, o Comitê Popular Eunício-Dilma tem o objetivo de acolher sugestões da população e oferecer espaço para a discussão de projetos de melhorias em várias áreas envolvendo lideranças dos setores comunitários, da juventude, das mulheres, dos sindicatos, movimentos sociais, de cultura etc.

Fonte: assessoria da coligação “Ceará de todos”.
  • Comentar com o Google +
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

Item Reviewed: ‘Ceará de todos’ inaugura Comitê Popular Eunício-Dilma Rating: 5 Reviewed By: Sistema F5 Ceará de Comunicação