Últimas
terça-feira, 14 de outubro de 2014

Lula surpreende e pode vir ao Ceará apoiar candidato ao governo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) surpreendeu ao afirmar, ao jornal O Estado de São Paulo, que deve vir ao Ceará fazer campanha para o segundo turno da disputa pelo governo do Estado. De acordo com o Estadão, o petista irá priorizar ainda Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Norte e Pará, interrompendo o forte trabalho que vinha fazendo em São Paulo para a reeleição de Dilma Rousseff (PT).

Com a promessa de ser mais atuante nas campanhas apoiadas pelo PT em outros estados, Lula deve iniciar, amanhã, uma série de viagens pelo País na reta final das Eleições 2014, porém a vinda do ex-presidente ao solo cearense é uma surpresa para quem acompanha o cenário eleitoral local. O candidato do PT, Camilo Santana, é, na verdade, mais próximo do governador Cid Gomes (PROS), com quem o petista-mor não tem muita intimidade, tendo, inclusive, a campanha coordenada pelo PROS, e não pelo PT.

Além disso, desde a escolha do nome de Camilo, os Ferreira Gomes insistem na vinda de Lula e Dilma ao Ceará para prestar apoio ao candidato, mas nunca obtiveram sucesso. Isso porque o ex-presidente firmou acordo com Eunício Oliveira (PDMB), adversário de Camilo no segundo turno, de não intervir no cenário político local em troca da manutenção do PMDB na base aliada da presidenta.

Após a derrota de Eunício, que vem apoiando Dilma, no primeiro turno, por 1,4% dos votos válidos, a presença de qualquer uma das duas lideranças nacionais do PT no Ceará ficou ainda mais indesejada para o ex-senador. Uma possível vinda de Lula para apoiar o candidato petista poderia  gerar respostas negativas imediatas contra o PT, uma vez que a presidência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras pertence ao PMDB, representado pelo senador Vital do Rêgo. Isso sem considerar que desagradar Eunício significaria por em cheque, mais uma vez, a frágil aliança PT x PMDB.

Por outro lado, apoiar Eunício seria declarar guerra aos Ferreira Gomes, que detêm, hoje, o governo do Estado e a prefeitura de Fortaleza, além de deixar a cabeça do eleitorado ainda mais confusa do que já está com a política cearense, já que os candidatos apóiam Dilma e usam Lula em seus materiais de campanha. E o peemdebista ainda conta com a presença do senador eleito Tasso Jereissati (PSDB) em seu palanque, que apóia Aécio Neves à presidência.

Em resumo, com o cenário de acirramento que se delineou neste segundo momento da corrida pelo Palácio da Abolição, o apoio de Lula poderia, sim, ser decisivo tanto para Camilo quanto para Eunício. No entanto, independentemente ao candidato escolhido, seriam gerados conflitos que poderiam refletir a nível nacional contra o PT e a reeleição de Dilma, ou seja, seria um risco pelo qual o partido, na atual situação da disputa pela presidência, não deve correr.

Por ora, a agenda de viagens do petista não inclui o Ceará. Com isso, o acordo de neutralidade no Estado segue de pé. Nos outros estados, que não partilham da confusão política cearense, Lula impulsionará as candidaturas de Helder Barbalho (PMDB), no Pará; de Iris Rezende (PMDB), em Goiás; de Robinson Faria (PSD), no Rio Grande do Norte; e de Delcídio Amaral (PT), no Mato Grosso do Sul.


Planos de viagem


Contrariando os boatos sobre uma possível rixa entre Dilma e Lula, o ex-presidente deve acompanhar, antes de partir para suas viagens pelo restante do País, a presidenciável em uma visita a São Bernado do Campo, no ABC paulista. Após acompanhar Dilma, Lula deve seguir em visitas ao Pará, ao Acre, ao Amazonas e a Pernambuco, com o objetivo de prestar apoio a lideranças locais e fortalecer ainda mais o eleitorado petista nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.


Apoio em 2018


Ainda com o objetivo de espantar os rumores sobre atritos entre as duas principais lideranças nacionais petistas, Dilma garantiu que, em uma possível candidatura de Lula em 2018 à presidência, o ex-presidente  poderia contar com seu apoio. “Se depender de mim, com certeza eu ajudo", afirmou Dilma à Folha de São Paulo, na segunda-feira (13).
  • Comentar com o Google +
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

Item Reviewed: Lula surpreende e pode vir ao Ceará apoiar candidato ao governo Rating: 5 Reviewed By: Sistema F5 Ceará de Comunicação