Últimas
sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Professores fazem velório simbólico da URCA e da educação no Ceará

Centenas de manifestantes, entre professores, alunos e funcionários da Universidade Regional do Cariri (URCA) fizeram, na tarde dessa quarta-feira (29), o velório simbólico da instituição. O movimento foi realizado nas dependências da Universidade (Campus do Pimenta) e na Praça Siqueira Campos, em Crato.

Segundo manifestantes, o movimento teve o objetivo de chamar a atenção da sociedade caririense para a proposta apresentada pelo Governador Cid Gomes a categoria, em greve desde o dia 15 de setembro. Os grevistas consideraram a proposta como absurda.

Durante um encontro com o comando da greve, no último dia 21, o governador sugeriu que cada professor da instituição permaneça 52% do tempo devido, em sala de aula. Para a direção do Sindicato dos Docentes da URCA (Sindurca), a proposta compromete, em muito, as atividades extrassala como pesquisa, orientação e extensão.

Além disso, ao transformarem a proposta em prática, através de cálculos matemáticos, os diretores do Sindurca descobriram que, pela proposta, a Universidade teria uma força excedente de 37 professores. Ou seja, segundo a sugestão do governador, a URCA tem professor sobrando.

Para o presidente do Sindurca, professor Gustavo Nobre, a proposta, na prática, sugere que a Universidade elimine 37 professores do seu quadro já escasso. “É algo como pedir para matar 37 professores e a URCA, por tabela. É um verdadeiro absurdo se levarmos em consideração que estamos pedindo a efetivação de 26 professores de forma emergencial e mais 119 para completar o quadro de efetivos,” disse Augusto.

A outra proposta do governador Cid, durante o encontro, foi que os professores voltassem às salas de aula que no dia seguinte seriam feitas as 26 nomeações dos aprovados no último concurso. Em Assembleia no dia 23, a categoria decidiu não confiar na palavra do governador e deu sequência a greve. Nenhum professor foi nomeado.

O concurso realizado em 2010 e renovado por mais dois anos em 2012, venceu no dia 25 deste mês. Mas, uma ação do Ministério Público do Estado, através das promotorias de Crato e Juazeiro do Norte, pedindo a imediata nomeação e posse dos 26 professores, acabou levando a questão para o campo jurídico, onde deverá ser resolvido.

O comando de greve já agenda novas manifestações e diz que a expectativa é que a greve se estenda, pelo menos, até o fim do ano quando assumirá o outro governador eleito.

Cid ministro da Educação

O ato, intitulado “marcha fúnebre”, foi divulgado nas redes sociais como sendo o velório dos 37 professores da Universidade Regional do Cariri-URCA, os quais o governador Cid Gomes teria, supostamente, apontados como excedentes no quadro de docentes da Universidade.

Segundo a página de Facebook denominada “A URCA não foge à luta”, atrelada ao Sindurca (Sindicato dos Docentes da URCA), a manifestação não representava apenas o falecimento dos professores e da educação no Ceará, mas, também, um lamento pela suposta indicação de Cid para o comando do Ministério da Educação.   

“É com muito pesar que anunciamos o falecimento de 37 professores da Universidade Regional do Cariri-URCA, ao mesmo tempo em que comungamos, com toda sociedade Brasileira, o nosso pesar com a Educação do país, caso Cid Ferreira Gomes assuma de fato o Ministério da Educação”, diz uma publicação da página.

Veja, abaixo, algumas das publicações da página “A URCA não foge à luta”, no Facebook:









  • Comentar com o Google +
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

Item Reviewed: Professores fazem velório simbólico da URCA e da educação no Ceará Rating: 5 Reviewed By: Sistema F5 Ceará de Comunicação