Últimas
quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Quem matou Eliane Aragão? A mulher que cuidava do cadastro do Minha Casa, Minha Vida em Caucaia

Um crime cercado de mistérios e desafios para as investigações policiais. O assassinato da responsável pelo setor habitacional da Prefeitura de Caucaia, Eliane Aragão, 37 anos, lotada na Coordenação do Programa Minha Casa, Minha Vida, deixa dúvidas e muitas perguntas que, aos poucos, começam a ser respondidas nos depoimentos tomados pela Polícia Civil.
Longe da badalação e com cautela na apuração dos fatos, a Polícia mantém a discrição como meio para evitar especulações sobre a autoria do bárbaro crime. Na voz das ruas, surgem muitos questionamentos que fazem parte das conversas de mesas de bares e passam pelos restaurantes e pelos corredores da Prefeitura e da Câmara de Vereadores.
São muitas perguntas que se destacam em meio a tantas dúvidas sobre o assassinato frio e brutal de uma mulher, ocupante de um cargo de confiança na Prefeitura e mãe de dois filhos – uma moça, de 18 anos de idade, e um pré-adolescente, de 12 anos.
Os familiares ficaram abalados e choram com o desaparecimento prematuro de Eliane. Em meio ao sentimento de dor, tristeza e lágrimas, surgem as perguntas mais incisivas: Quem matou Eliane? Quem mandou matar Eliane? Quais interesses motivaram o crime? É um crime encomendado ou não? A população aguarda com ansiedade respostas a todas essas indagações.
As circunstâncias do assassinato dão característica de um crime de pistolagem. As perguntas são muitas e a Polícia Civil segue o rastro de várias pistas para chegar ao autor ou aos autores do homicídio e identificar a eventual autoria intelectual do crime que ganhou repercussão estadual.
Minha Casa, Minha Vida na mira da PF
Polícia Federal pode apurar denúncias contra PROGRAMA HABITACIONAL DO Governo federal
As suspeitas de irregularidades no Programa Minha Casa, Minha Vida podem levar a Polícia Federal a desembarcar em Caucaia. O motivo é simples: como o programa habitacional tem recursos do Governo Federal, estaria, assim, justificada a entrada da Polícia Federal.
O assassinato de Eliane Aragão, que era responsável pelo setor de habitação da prefeitura e estava lotada na Coordenação do Minha Casa, Minha Vida, estimula ainda mais a chegada da PF para acompanhar as investigações da Polícia Civil. Em Caucaia, são mais de 13.000 inscritos no Programa Minha Casa, Minha Vida. No último dia 28 de agosto, a presidente Dilma Rousseff visitou Caucaia para entrega de 368 unidades do Residencial Cidade Jardim II.
Silêncio marca investigações e Polícia Civil corre atrás de pistas
O silêncio cobre o conteúdo dos depoimentos e marca os rumos das investigações. E não poderia ser diferente. A Polícia Civil recorre a muitas pistas para chega à autoria do crime. Eliane Aragão foi assassinada, com dois tiros, no início da tarde do dia 8, quando deixava a sede do Programa Minha Casa, Minha Vida, localizada na CE 085, no Bairro Mestre Antonio.
Dois homens, que andavam em uma moto, a abordaram e disparam, de acordo com as investigações da Polícia, quatro tiros – dois acertam Eliane. Um dos tiros a acertou na cabeça. Eliane chegou a ser levada para o IJF, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. As investigações estão a cargo da Delegacia Metropolitana de Caucaia e são acompanhadas de perto pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado.
A Polícia Civil levanta informações sobre o cotidiano da vítima e busca imagens de câmeras localizadas em prédios e fotosensores próximos à sede do Programa Minha Casa, Minha Vida, que funcionava há menos de dois meses em um imóvel na CE 085, para montar o quebra cabeça da investigação do assassinato que chocou familiares e amigos de Eliane Aragão.
Com informações da redação do Grande Porto
  • Comentar com o Google +
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

Item Reviewed: Quem matou Eliane Aragão? A mulher que cuidava do cadastro do Minha Casa, Minha Vida em Caucaia Rating: 5 Reviewed By: Sistema F5 Ceará de Comunicação