Últimas
quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Apreensão de armas de fogo cresce 15,5% em setembro no Ceará

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a maior integração entre as Polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros, apontou resultado no mês de setembro, quando houve aumento de 15,5% nas apreensões de armas de fogo. Foram apreendidas no período, 620 armas, contra 537 armas apreendidas no mesmo período do ano passado.
O balanço de apreensões de armas de fogo nos nove primeiros meses deste ano contabilizou 4.984 armas apreendidas no Estado, um aumento de 7,9% em relação ao mesmo período de 2014, quando foram apreendidas 4.618 armas. O mês com maior registro de apreensões em 2015 foi setembro, com 620 armas apreendidas, seguido de março, com 605 armas coletadas e agosto, com 575 apreensões.
Entre as armas apreendidas este ano, o revólver é o mais recolhido. Foram 2.959 revólveres retirados de circulação, seguidos pela apreensão de 1.163 espingardas e 718 pistolas, o que representa 59,36%, 23,33% e 14,40%, respectivamente, do total de armas apreendidas esse ano.
Um dado que chama atenção é a quantidade de armas de maior potencial destrutivo – como fuzis, metralhadoras, escopetas e submetralhadoras, que foram apreendidas em 2015. Vinte e seis (26) armas foram apreendidas este ano, contra duas apreendidas no mesmo período de 2014, um aumento de 1.200%.
Para o Secretário Adjunto da SSPDS, coronel Lauro Prado, esses números devem-se a integração das forças de segurança. “Os números são reflexo do árduo trabalho desenvolvido pelos órgãos de segurança, sendo consequência de diversas ações realizadas com o objetivo de tirar de circulação o máximo de armas em situação irregular. Os policias que estão nas ruas e nas delegacias estão sempre trabalhando para apreender armas e diminuir o número de homicídios e o tráfico de drogas no nosso Estado”, ressaltou.
A apreensão de armas no Estado também apontou alta no número de armas recolhidas no Ceará em 2014, comparado a 2013. No ano passado, foram 6.224 armas apreendidas em todas as 18 Áreas Integradas de Segurança (AISs), ante 6.124 em 2013.
Arsenal recuperado
Uma operação realizada no dia 16 de setembro, resultou na apreensão de 65 pistolas calibre 380, um revólver calibre 38, além de 11 mil munições. A ação foi  desenvolvida por policiais civis do 12º Distrito Policial (DP) e o Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP). O armamento foi roubado de uma transportadora no dia 14 de setembro. O homem apontado como responsável pela guarda do armamento foi preso.
A recuperação do arsenal foi determinada como prioridade pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira, tendo em vista que a circulação dessas armas na posse de criminosos, certamente acarretaria sérias consequências e elevação dos índices de criminalidade no Estado, em especial, nos crimes relacionados a homicídios e roubos.
  • Comentar com o Google +
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

Item Reviewed: Apreensão de armas de fogo cresce 15,5% em setembro no Ceará Rating: 5 Reviewed By: Sistema F5 Ceará de Comunicação