Últimas
terça-feira, 27 de setembro de 2016

Violência na reta final da campanha leva PM a reforçar com urgência a segurança no Interior

Icó, Caucaia, Aiuaba, Parambu, Sobral, Lavras da Mangabeira, Acopiara, Amontada, Pedra Branca, Boa Viagem e Quixadá estão entre 15 municípios cearenses que deverão receber reforços policiais nas próximas horas a pedido do Tribunal Regional Eleitoral (TER), diante do acirramento da campanha eleitoral e reiterados episódios de violência armada, com o registro de ameaças, atentados e até assassinatos ligados à disputa entre candidatos aos cargos de prefeito e vereador.
Na cidade de Aiuaba, na Região dos Inhamuns (a 430Km de Fortaleza), o clima ainda é tenso após o assassinato de um candidato à reeleição para a Câmara dos Vereadores. Equipes dos batalhões de Polícia de Choque (BPChoque) e de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio)  foram enviadas para o Município com o objetivo de auxiliar o efetivo do 13º BPM (Tauá), após o assassinato do candidato a vereador José Valmir de Sousa, o “Zé Valmir” (PSDB), 58 anos.
O crime ocorreu na noite do último sábado (24), após um comício e carreata na localidade de São Nicolau, na zona rural. O vereador que tentava se reeleger  foi morto com , pelo menos, três  tiros ao deixar o palanque. Logo em seguida, na vizinha comunidade de Bom Nome, um dos supostos pistoleiros foi morto por um dos filhos do vereador. Alan Franklim de Sousa, filho de “Zé Valmir, fugiu após matar, também a tiros, o pistoleiro Pedro Lopes e ferir o comparsa.
Mais cidades
Também na cidade de Acopiara, no Centro Sul do Estado (a 340Km da Capital), o clima é de tensão, com o registro de ameaças de mortes, brigas e atentados. Denúncias de compra de votos e outras irregularidades na campanha estão na mira das autoridades.
Para completar o estado de tensão, o Ministério Público Estadual (MPE) decidiu pedir à Justiça a cassação da candidatura do atual prefeito, Vilmar Félix Martins, o Doutor Vilmar (PDT), que tenta se reeleger. O pedido foi encaminhado pela Promotoria da 60ª Zona Eleitoral, por conta de abuso de poder político e hierárquico. Conforme a representação, Vilmar estaria obrigando os funcionários da prefeitura a apoiarem sua candidatura e de  seus aliados.
Mais tensa ainda é a situação no Município do Icó (375Km de Fortaleza), onde nos últimos dias vários atentados foram registrados, inclusive com tiros disparados contra veículos de candidatos, além das ameaças e atentado à bala sofrido pelo chefe de fiscalização da campanha eleitoral, um funcionário da Justiça.
Já em outros Municípios, como Boa Viagem e Pedra Branca, as denúncias de intimidação e violência envolvem até mesmo integrantes da Polícia Militar. Em Boa Viagem (a 217Km de Fortaleza), a fazenda do candidato a prefeito Adriano Silva (PRB) foi invadida por PMs, que dispararam dezenas de tiros de fuzil, fato que já está sendo apurado pela Polícia Civil.
Em Caucaia, agentes da Polícia Federal fizeram uma busca no próprio Cartório Eleitoral da cidade em busca de pistas diante das graves denúncias de que um dos candidatos a prefeito, o deputado estadual Naumi Amorim, estaria envolvido com uma facção criminosa, conforme revelado até mesmo na Mídia nacional.
Já em Parambu, na Região dos Inhamuns (a  390Km da Capital), o clima de animosidade émtão intenso que o deputado federal Genecias Noronha (Solidariedade) informou que pedirá proteção à Polícia Federal diante de ameaças e assédios sofridos por ele e sua esposa, a deputada estadual Aderlânia Noronha.
Reforço
Cerca de 5.600 policiais militares formam uma tropa de reforço que irá trabalhar exclusivamente para a segurança das eleições. Desse total, 3.970 serão enviados para o Interior. Outros 1.360 atuarão na Capital e mais 270 na Região Metropolitana de Fortaleza. O plano de Segurança das Eleições foi entregue pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ao TER na última sexta-feira (23).
Por FERNANDO RIBEIRO 

  • Comentar com o Google +
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

Item Reviewed: Violência na reta final da campanha leva PM a reforçar com urgência a segurança no Interior Rating: 5 Reviewed By: Sistema F5 Ceará de Comunicação